top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Bernardo

Cultura Tres lança novo álbum “Camino de Brujos”

Cultura Tres lança novo álbum “Camino de Brujos”


A espera dos fãs finalmente chegou ao fim. No dia 7 de abril, via Outono Music/Universal Music nas Américas e Bloodblast no resto do mundo, o Cultura Tres lançou seu novo álbum de estúdio intitulado “Camino de Brujos”.


Preparando terreno para esse momento, a banda lançou os singles “The World and Its Lies”, “Proxy War” e “The Land”, que receberam ótimas críticas do público e da imprensa especializada em heavy metal no mundo inteiro.


O álbum completo está disponível nas principais plataformas de áudio, e também está disponível em formato físico. A música de trabalho é "Signs", que conta com um videoclipe que está disponível no canal da banda no YouTube.


Cultura Tres conta com a performance de ninguém menos que Paulo Xisto Jr., também baixista do Sepultura, em sua formação. “Em 2019, depois de saber dos planos do novo Cultura Tres, sugeri à Ale e Juanma que eu me juntasse à banda. A música é muito orgânica. Há muita influência dos anos 1990 e um pouco de hardcore também. Pessoalmente, inspirei-me nos baixistas que mais amava nos anos 1970”, comenta Paulo.


‘Camino de Brujos’ é um álbum que pretende evocar o que o gênero Metal parece ter deixado para trás nas últimas décadas: realismo. O álbum tenta trazer de volta o fator humano na música pesada. Desde a composição até a produção em si. Sem samples de bateria, sem performances artificiais, apenas cruas e com imperfeições como parte da expressão artística que se fazia nos anos 90.


Embora 'Camino de Brujos' abrace de todo o coração a visão dos anos 90 na música, não apenas repete o que foi feito naquela época. Há uma abundância de escolhas musicais ousadas dobrando as bordas do gênero que atraem o ouvinte para uma jornada psicodélica nova, sombria e agressiva.


Assista ao videoclipe AQUI!





Ouça o novo álbum AQUI!


O frontman Alejandro Montoya comenta: “Algo que aprendemos ouvindo os álbuns de Andy Wallace (ele é um Deus em nosso pequeno mundo) é que se você não consegue imaginar a banda tocando enquanto ouve uma gravação, então você está apenas ouvindo um computador. Não estamos interessados em deixar os fãs ouvirem um computador... Preferimos convidá-los a ouvir quatro pessoas tocando com seus corações em um disco. Esse disco".


Então, como deve soar a música pesada sul-americana hoje em dia? A resposta é fácil – basta ouvir “Camino De Brujos”, um álbum que explora texturas musicais novas e antigas. Thrash, sludge e rock clássico se tornando um só som, da forma mais realista.


“O título do álbum ‘Camino de Brujos’ pode ser traduzido aproximadamente como Caminho das Bruxas. Você se lembra da pequena história sobre deixar seu subconsciente fazer escolhas artísticas? Bem, este é um dos melhores exemplos: 'Camino de Brujos' é a linha principal cantada em cima de um riff lento e incômodo, a música é preenchida com percussão ritual tribal, típica das práticas de magia negra da América do Sul. A frase não só acabou sendo a única letra cantada na música, mas também deu nome e identidade ao álbum”, explica Alejandro.




Gênero: Crossover Thrash/Sludge Metal


Tracklist:

1. The World and Its Lies

2. Time Is Up

3. Signs

4. The Land

5. Proxy War

6. 19 Horas

7. Zombies

8. De Maracay

9. The Smell of Death

10. Camino de Brujos


Gravado por: Juan M. De Ferrari Montoya & Alonso Milano Mendoza no AJM Sound Studios, Amsterdã (HOL) e no Reborn Studios, Artesa de Segre (ESP).


Masterizado e Mixado por: AJM Sound Studios em Amsterdã


Filmado por: Monique van Dijk, Mayling Hoo & Juan Manuel De Ferrari Montoya no Rewind Studios Amsterdam, NL


Editado por: Juan Manuel De Ferrari Montoya Produced by Alejandro Londono Montoya Mixed and Mastered at AJM Sound Amsterdam, The Netherlands. https://www.ajmsound.com


Arte: Damian Michaels


Foto: Alejandro Londono Montoya


Formação:

Alejandro Londono Montoya - vocais, guitarra Paulo Xisto Pinto Jr - baixo Juan de Ferrari Montoya - guitarra Jerry Vergara Cevallos - bateria


Comentários


bottom of page