top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Bernardo

The Town inicia contagem regressiva para as vendas do The Town Card

O festival incentiva os fãs a entrarem para a história fazendo parte da primeira edição deste megaevento dos mesmos criadores do Rock in Rio. Acompanhando o início da campanha, esfera gigante do festival chega ao Largo da Batata nesta quarta-feira (01) após sua estreia no Parque do Ibirapuera.


A partir de hoje, dia 01 de março, o The Town lança uma campanha de escala nacional para promover as vendas do The Town Card, que acontece no dia 14 de março, às 19h. Inspirada na primeira edição do Rock in Rio, em 1985, em que os fãs que estiveram na Cidade do Rock carregam consigo um sentimento de que fizeram parte de um momento único, a campanha do The Town Card destaca que esta será a primeira grande oportunidade de o público garantir o lugar na Cidade da Música na primeira edição do novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, assim, tendo a oportunidade de também entrarem para a história. Junto a isso, a grande esfera do The Town, que estava no Parque do Ibirapuera, dá continuidade ao trajeto itinerante e passa a ficar instalada, a partir de hoje, no Largo da Batata, um dos pontos mais tradicionais de São Paulo.

Todas as peças da campanha foram criadas pelo time do Rockers, hub do Grupo Dreamers voltado para atender com exclusividade as contas do The Town e Rock in Rio, e vão despertar nos fãs o desejo de vivenciarem a experiência única que será o The Town deste ano. Aqueles que adquirirem o The Town Card vão poder dizer que são parte de um seleto grupo que entra para a história por participarem da primeira edição do festival.

Mobiliários urbanos, mídia display em portais, cinema, rádios e TV, além de contagem regressiva em Out of Home programático em aeroportos e estações de metrôs são alguns dos conteúdos desenvolvidos para o festival, que acontecerá em setembro no Autódromo de Interlagos. Uma verdadeira onda de comunicação vai tomar conta do Brasil e, em especial, das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Aqueles que estiverem passando pelos principais pontos das capitais serão impactados pelos elementos que compõem a campanha.

"Acreditamos que a estreia do festival será tão emblemática quanto o Rock in Rio de 1985, com muitos momentos para serem relembrados nos próximos anos. O The Town Card é a primeira chance de o público entrar para a história e poder dizer que vivenciou a experiência da primeira edição do The Town. Sem dúvidas, será um momento inesquecível para as 500 mil pessoas que estarão presentes na Cidade da Música", comenta Ana Deccache, diretora de marketing do Rock in Rio e The Town.

“Montamos um ecossistema de mídias para mostrar que, assim como quem participou do primeiro Rock in Rio em 1985 tem orgulho de ser parte da história do festival, quem garantir o The Town Card carregará a mesma sensação”, explica Marcelo Pollara, diretor executivo de Criação do Rockers.


The Town segue abrilhantando a cidade de São Paulo e leva a magia de sua esfera gigante a mais um dos locais tradicionais da cidade

O maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, o The Town, segue imprimindo sua marca na cidade. Nesta terça-feira, 28 de fevereiro, em uma das regiões mais badaladas de São Paulo, o Largo da Batata – ponto alto de bares e restaurantes da capital paulista – recebe a grande esfera do The Town, com 5 metros de altura. O novo festival segue se conectando com a rotina dos paulistanos, agora em um bairro estratégico e famoso pelo agito e grande fluxo de pessoas. A esfera do The Town vai despertar a curiosidade e ganhar a atenção daqueles que passam a passeio e a trabalho pela área, já que o Largo da Batata fica próximo a zonas comerciais, como a Av. Faria Lima. Desde o dia 10 de janeiro, quando a esfera estava instalada no Parque do Ibirapuera, a atração vem chamando a atenção do público e se tornou uma atração para tirar fotos ao lado do grande símbolo do festival. O The Town terá sua primeira edição acontecendo em São Paulo nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023.

Dos mesmos criadores de Rock in Rio, The Town promete uma conexão profunda com a cidade de São Paulo, assim como seu irmão carioca tem com o Rio de Janeiro. Ana Deccache, considera como um dos grandes objetivos do projeto aproximar a marca dos paulistas. “The Town é apaixonado por São Paulo e quer ajudar a abrilhantar ainda mais a cidade. Nosso maior desejo é ser o melhor cartão postal que São Paulo pode ter, trazendo para cá toda nossa paixão por experiências únicas e grandiosas, o que é a cara da cidade. Nosso sonho está se materializando conforme vamos nos aproximando da realização do evento e uma das formas de fazermos isso é deixando a cidade de São Paulo ainda mais linda. Com a chegada de nossa esfera, uma obra de arte que oferecemos para a cidade, ao Largo da Batata, uma das regiões mais emblemáticas de São Paulo, que deu origem ao cultural e badalado bairro de Pinheiros. Acreditamos que estamos não apenas nos aproximando mais ainda do paulista, mas que estamos construindo um legado”, comentou.


Esfera, símbolo do novo festival, é iluminada por luz solar. O sistema, composto por duas placas de 155W, um inversor de frequência de 1.000W, um controlador de carga de 30A e duas baterias de 165AH alimenta o letreiro com iluminação de LED (backlight), com potência de 40W durante 12 horas no período da noite. O símbolo do novo festival irá circular ainda por outros pontos da cidade, permitindo que mais paulistas, moradores e turistas possam se conectar com a esfera e com o novo festival.

Vendas do The Town Card se iniciam 14 de março

O dia 14 de março de 2023 será diferente para o público que está aguardando ansiosamente pelo maior festival de música, cultura e arte que São Paulo já viu. Nesta data, a partir das 19 horas, começa a venda do The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, sem data, válido para um dia do evento.


Com o The Town Card, o fã já garante a sua presença no festival antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A escolha do dia de evento a que o fã pretende ir deverá ser feita até 24 horas antes da venda oficial de ingressos. Após essa data, que ainda será divulgada, a escolha ficará condicionada à disponibilidade de ingressos.

O festival também vem com novidades na venda dos ingressos. Numa parceria inédita, os ingressos serão vendidos exclusivamente online através da Ticketmaster Brasil (thetown.ticketmaster.com.br), e a organização convida os fãs a já se cadastrarem na nova plataforma para facilitar a compra do The Town Card no dia 14 de março.

O The Town Card custa R$ 770,00 a inteira e R$ 385,00 a meia-entrada e não há cobrança de taxa de conveniência. Por ter um estoque limitado, o limite de compra é de até 4 (quatro) ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

Para pagamento com PIX, basta utilizar o QR Code apresentado na tela final do processo de compra e realizar o pagamento. O prazo para efetuar a compra será de 10 minutos após a geração do código QR. É importante lembrar que, por determinação do Banco Central, há um limite de valor para pagamentos realizados por PIX entre os horários de 20h e 06h.

Para quem quiser comprar, é preciso se planejar, já que durante o Rock in Rio milhares de pessoas manifestaram interesse e reservaram o direito de serem os primeiros a adquirir seus ingressos para The Town. O The Town Card é uma edição limitada e está sujeito à disponibilidade.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 300 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio.

A primeira edição do novo megaevento já ganhou duas músicas-tema, gravadas nas vozes de Iza e Criolo. A primeira, considerada o grande hino do evento, tem interpretação de Iza, com a participação do baterista da banda Sepultura, Eloy Casagrande, e de uma orquestra comandada pelo maestro Eduardo Souto Neto. Já a segunda, um trap em homenagem à arte e cultura da capital, foi gravada pelo rapper Criolo em uma colaboração inédita com Iza e o diretor artístico Zé Ricardo. Ambos os cantores estão confirmados no line-up do festival.

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com cinco palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos

Com Bruno Mars, Post Malone, Foo Fighters, Maroon 5, Racionais MC’s & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Ludmilla, Jão, Iza, Criolo, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos, como a Catedral da Sé, Estação da Luz, Teatro Municipal, entre outros.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.

Link do filme da campanha:


Ficha Técnica

Direção Executiva de Criação: Marcelo Pollara

Direção Executiva de Atendimento: Thaissa Mirabelli

Criação: Betoca Jencarelli, Pedro Gomes, Ana Flávia Lira, Filipe Mourão, Marcelo Lobo, Luiza de Almeida, Hevelly Cavalcante, Pedro Henrique Malheiros e Bernardo Costa

Atendimento: Fabiana Barnard, Laize Azevedo, Tatiana Braga, Veruska Meneses e Leticia Amaral

Mídia: Bárbara Pernut, Tainá Cavalcanti, Paula Marinho, Luã Melo

Creative Data: Juliana Reis, Helena Rivieiro e Mariana Mattos

Sobre a Rock World

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023. Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais Originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. Na área de projetos de Educação, o Humanorama e o Rock in Rio Academy buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. A empresa também possui a marca Game XP, dedicada a experiências físicas e digitais no universo de games e e-sports, incluindo o evento game XP, que reúne o mundo geek junto com a música; o Dance Off, que é a competição de dançarinos de periferias de todo o país; e a Grrrls League, que é a maior liga feminina de CS:GO do mundo. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio foi criado para dar voz a uma geração e promover experiências únicas e inovadoras. Em 1985, o evento foi responsável por colocar o Brasil na rota de shows internacionais. Batendo recordes de público a cada edição e gerando impactos positivos nos países onde é realizado, se consagrou como o maior festival de música e entretenimento do mundo. Consciente do poder disseminador da marca, hoje o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável.

A internacionalização da marca começou por Portugal, Lisboa, em 2004, onde o evento acontece até hoje, seguido por Espanha (Madri) e pelos Estados Unidos (Las Vegas). No Rock in Rio, os números não param de crescer. Pelas Cidades do Rock já passaram mais de 10.5 milhões de visitantes nestas 22 edições. Em 38 anos, o festival ganhou o mundo e tornou-se um verdadeiro parque de experiências, mas muito além disso, cresceu e ampliou a sua atuação, sempre com o olhar no futuro.

Adotando e incentivando práticas que apoiam o coletivo, o Rock in Rio preza pela construção de um mundo melhor e se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 - Eventos Sustentáveis. Desde a primeira edição, já gerou 237 mil empregos diretos e indiretos e investiu, junto com seus parceiros, mais de R$ 110 milhões em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, entre outros.

Sobre Rockers

Hub para atender com exclusividade as contas de Rock in Rio, The Town e Rock in Rio Lisboa. O objetivo da nova frente é centralizar todas as iniciativas de comunicação dos três festivais. Liderado pelos diretores executivos Marcelo Pollara e Thaissa Mirabelli - que já ocupavam, no Grupo, diretoria de Criação e gerência de Atendimento, respectivamente - o Rockers opera integrado a partir de um time, inicialmente formado por profissionais vindos da Artplan e do A-Lab, empresas do Grupo.

Comments


bottom of page